Mudar ou não mudar: eis a questão

Mudar faz parte da nossa vida, mas não é nem um pouco fácil.

A maioria das pessoas um dia percebe que precisa renovar-se, ou seja, percebe que suas atitudes (ou parte delas) não condiz com suas crenças, com seus valores.

Felizes são aqueles que notam a tempo essa necessidade e conseguem transformar-se mesmo que seja em um detalhe.

Todo dia é dia de renovar o nosso destino. ~ José de Paiva Netto

Muitos não acreditam que as pessoas possam mudar, mas eu acredito que sim, é possível, mesmo que leve anos ou até mesmo uma vida inteira.

Muitos pais só percebem que não “trataram” seus filhos muito bem quando vem os netos. Muitos filhos só percebem que não “trataram” seus pais muito bem quanto vem seus filhos. Parte deles consegue mudar, parte não.

Muitas pessoas só percebem que tinham que mudar quando perdem alguém querido, quando lembram-se da pessoa querida dizendo “não seja assim, mude”.

Tudo isso faz parte da nossa vida, é fato, mas como lidamos com isso é extremamente particular, cabe a cada um de nós perceber quando precisamos mudar. Importante lembrar que não adianta modificar-se por dentro e não sentir-se a vontade com isso. Pense em outras alternativas, outras formas de sentir-se bem e melhorar ao mesmo tempo.

Que a Páscoa represente para você não somente reunião familiar, chocolate e festa, que represente renovação, mudança, renascimento. Que você possa refletir e renascer, mesmo que para si mesmo. Tenho certeza que você se sentirá melhor com sua nova vida.

Feliz Páscoa a você e todos que estão ao seu redor.

Anúncios

As sem-razões do amor

As sem-razões do amor
Eu te amo porque te amo.
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.
Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no elipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.
Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.
Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.

Carlos Drummond de Andrade

Monte Castelo

Pagai o mal com o bem, porque o amor é vitorioso no ataque e invulnerável na defesa. ~ Lao Tsé

Legião Urbana

Ainda que eu falasse a língua dos homens.
E falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.

É só o amor, é só o amor.
Que conhece o que é verdade.
O amor é bom, não quer o mal.
Não sente inveja ou se envaidece.

O amor é o fogo que arde sem se ver.
É ferida que dói e não se sente.
É um contentamento descontente.
É dor que desatina sem doer.

Ainda que eu falasse a língua dos homens.
E falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.

É um não querer mais que bem querer.
É solitário andar por entre a gente.
É um não contentar-se de contente.
É cuidar que se ganha em se perder.

É um estar-se preso por vontade.
É servir a quem vence, o vencedor;
É um ter com quem nos mata a lealdade.
Tão contrario a si é o mesmo amor.

Estou acordado e todos dormem todos dormem todos dormem.
Agora vejo em parte. Mas então veremos face a face.

É só o amor, é só o amor.
Que conhece o que é verdade.

Ainda que eu falasse a língua dos homens.
E falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.

OBS: Para quem não sabe, parte dessa música é extraída da Bíblia.

Egoísmo: existe um equilíbrio?

O egoísmo causa a ignorância, a cólera e o descontrole, que são a origem dos problemas do mundo. ~ Dalai Lama

Já postei outra vez sobre o egoísmo mas alguns acontecimentos durante a semana me chamaram mais uma vez a atenção sobre essa característica que muitos carregam consigo e que tem orgulho de serem assim.

A Wikipédia nos traz o conceito de egoísmo:

Um sujeito egoísta é aquele que acredita que o mundo, inclusive as pessoas ao seu redor, foram criadas para ele e somente para ele. Uma pessoa egoísta – e todos são em maior ou menor medida – sofrem porque as outras pessoas não correspondem à sua expectativa.

O egocentrismo caracteriza-se pela fantasia de imaginar que o mundo gira em torno de si, tomando o eu como referência para todas as relações e fatos.

Uma pessoa egoísta pode não ser egocêntrica, uma vez que luta para fazer com que os fatos se amoldem a seus interesses.

A pessoa egocêntrica é egoísta, no sentido de que não consegue imaginar que não seja ela a prioridade no mundo em que vive. O egocentrismo é próprio da infância, como passagem para que a criança possa aprender a noção de referência a partir do eu e então aprender.

Temos que pensar mais em nós mesmos de vez em quando? Sim, com certeza. É preciso buscar um equilíbrio. Aliás, tudo na vida precisa ser equilibrado. Tudo que é muito ou pouco é ruim.

O problema é que muitas pessoas aproveitam esse conceito de “amar a si próprio” que acabam esquecendo dos demais. Justificam-se que são “mais espertos” que os outros. “Azarados são aqueles que não aproveitaram essa oportunidade”. Mas veja só: é certo pisar sobre os outros para efetivar as conquistas pessoas? Com certeza não.

Pare, olhe, perceba. Talvez eu possa me beneficiar de algo (eu estou em primeiro lugar!!), mas… Será que outra pessoa pode estar precisando mais do que eu?

Reflita. Esse é o melhor caminho para você encontrar o equilíbrio.

Quatro pontas e uma direção

Trago a vocês um texto feito por mim em 11 de abril de 2004 para de certa forma homenagear as crianças e as famílias que estão sofrendo no Rio de Janeiro após o ato insano de um jovem.

Que Deus continue nos iluminando para que possamos “sepultar os mortos, cuidar dos vivos e fechar os portos”.

Quatro pontas e uma direção

Um quadro amarelo
Com letras e versos em vermelho
E ali dizia:
“Eu sempre irei estar segurando a tua mão”
E ela sentia um aperto forte nas palmas
Ali havia pregado o amor e a segurança
Havia pregado muito mais que se possa conhecer.
As nuvens sempre mudam de lugar
Mas aquele quadro teria sempre
A mesma forma
A mesma mensagem
E ela chorava quando lia as palavras
Mas por quê?
Se ali havia pregado o amor e a segurança
Havia pregado muito mais que se possa conhecer.
Talvez ela fosse a própria escuridão
Escondida atrás da árvore da solidão
Não, nela havia luz, muita luz
Estava escrito, dito e cumprido
Pelo anjo que caiu do céu
E ela se lembrava e se entristecia
Mas por quê?
Se no fruto do seu amor
Havia amor e segurança
Havia muito mais que se possa conhecer.

#CCS

#PrayForTheChildren

#PrayForTheFamilies

É preciso

Comunicação é tudo…

Hoje, não se sabe falar porque já não se sabe ouvir. ~ Jules Renard

É Preciso (a Próxima Parada)
Jota Quest
É preciso falar dos amigos
É preciso falar de nós dois
É preciso falar de estar vivo
E do que nos espera depois

É preciso falar de carinho
É preciso falar de calor
E ouvir sua voz na batida
Contando segredos

É preciso falar
É preciso falar, hey, hey

É preciso falar da saudade
É preciso falar da paixão
É preciso falar de ser livre
E querer segurar sua mão

É preciso brindar o destino
É preciso gritar começou
Se jogar nessa dança na vida
Sem medo do escuro

Impossível não falar de amor

É preciso falar
É preciso falar, hey, hey

É preciso falar
A verdade
É preciso falar, hey, hey

Cada vida tem a sua estrada
Acredite no poder das palavras
Diga assim, essa noite vem
Deixa o sol nos levar amor
Deixe os planos, a próxima parada

É preciso falar
É preciso falar, hey, hey

Para refletir

Um pequeno barco de peixes aporta numa vila da costa mexicana.

Um turista americano cumprimenta o pescador mexicano pela qualidade do pescado e pergunta quanto tempo ele levou para pegar aquela quantidade de peixes.

– Não muito tempo, respondeu o mexicano.

– Bom, então por que você não ficou mais tempo no mar e pegou mais peixes? , perguntou o americano.

O mexicano explicou que aquela quantidade bastava para atender às suas necessidades e as da família.

Aí o americano pergunta, – Mas o que você faz com o resto do seu tempo?

– Eu durmo até tarde, brinco com meus filhos, descanso com minha esposa… À noite eu vou até a vila ver meus amigos, tomar umas bebidas, tocar violão, cantar umas músicas… eu tenho uma vida completa.

O americano interrompe:

– Eu tenho um MBA em Tecnologia da Informação, da UCLA e posso te ajudar. Comece a passar mais tempo pescando todos os dias. Aí você pode vender todo o peixe extra que conseguir pescar. Com o dinheiro extra, você compra um barco maior. Com a receita extra que o barco maior vai trazer, você pode comprar um segundo e um terceiro barco, e assim por diante até possuir uma frota de pesqueiros. Ao invés de vender seu peixe para um atravessador, negocie diretamente com as fábricas de beneficiamento ou quem sabe pode até abrir sua própria indústria de beneficiamento. Aí você pode deixar esta vila e ir morar na Cidade do México, Los Angeles ou até mesmo em Nova Iorque! De lá você toca seu imenso empreendimento!

– Quanto tempo isso iria levar?, perguntou o mexicano.

– Uns vinte, quem sabe vinte e cinco anos, responde o americano.

– E depois?

– E depois? Aí é que começa a ficar bom, responde o americano – quando seu negócio começar a crescer de verdade, você abre o capital e faz milhões!!!

– Milhões? Sério? E depois disso?

– Depois disso você se aposenta e vai morar numa vila da costa mexicana, dorme até tarde, pega uns peixinhos, descansa ao lado da esposa, brinca com seus filhos e passa as noites se divertindo com os amigos…

Muitas vezes a fome de crescer impede que a gente perceba que já tem o que precisa.

Desconheço o autor.

Tenha uma ótima semana.