Salvação?

Eu sei que não posso salvar o mundo, mas se eu pudesse com certeza salvaria.

Fico impressionada a quantidade de pessoas que você quer ajudar, mas infelizmente elas não entendem suas intenções e ficam completamente irritadas com sua tentativa.

Não sou perfeita e estou longe de ser, mas se eu sei que alguém está cometendo um erro e eu posso indicar qual seria o caminho mais adequado, é claro que eu vou fazer algo! Porém, infelizmente as pessoas são muito orgulhosas e cegas. Aliás, semi-cegas – só enxergam o querem ver.

Meu coração não sossega. Não consigo ficar quieta diante de uma situação errada. E as pessoas insistem no erro!!! Você aconselha, mostra o caminho, mas mesmo assim a pessoa continua do mesmo jeito.

Sei que não sou “jeitosa” ao falar com as pessoas. Sou dura, muitas vezes seca. Ninguém entende que eu quero ver melhorias, quero ver evoluções.

E o que é pior: eu sofro demais com tudo isso. Pior besteira, não é? Mas não adianta, sou assim.

[…] reflexão

É, será que se eu disser tudo isso para esse alguém, ela me dirá: “Mas não adianta, sou assim.”?

[…]

Um dia encontrarei respostas a minhas dúvidas.

Ainda dá tempo

Haja hoje para tanto ontem ~ Paulo Leminski

Ainda dá tempo…
De cometer aquela loucura omitida em seus pensamentos
De ir atrás dos seus sonhos, por mais que os outros digam não
De trocar de emprego, de namorado, de casa, de vizinhos, de amigos
De mudar seus pensamentos, afinal somos uma metamorfose ambulante
De entrar numa academia, fechar a boca ou comer tudo que queria
De dizer a alguém “eu te amo”
De pedir perdão ao seu próximo mesmo que isso aparentemente não mude nada
Mas tenha a certeza que mudará.
De orar mais, agradecer mais, ajudar mais, pedir menos
De cantar mais, sorrir com o coração,
De parar menos, viver mais.

Passamos tanto tempo nos preocupado com coisas pequenas que nos esquecemos de quão importante e curta é nossa jornada nesse lugar.

Pense nisso. Há tanto para viver e sentir… Não perca mais tempo, aliás, perca com tudo de bom que você possa fazer.

Medo

Tu tens um medo:
Acabar.
Não vês que acabas todo o dia.
Que morres no amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que te renovas todo o dia.
No amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que és sempre outro.
Que és sempre o mesmo.
Que morrerás por idades imensas.
Até não teres medo de morrer.

E então serás eterno.

Cecília Meireles

Bem acordada

Estou bem acordada

Sim, eu estava no escuro
Eu estava caindo com força
Com um coração aberto
Estou bem acordada
Como pude ler as estrelas de forma tão errada?

Estou bem acordada
E agora está claro para mim
Que tudo que se vê
Nem sempre é o que parece
Estou bem acordada
Sim, estive sonhando por muito tempo

Queria saber naquele momento
O que eu sei agora
Não mergulharia de cabeça
Não me curvaria
A gravidade machuca
Você tornou isso tão doce
Até que acordei no
No concreto

Caindo da nuvem mais alta
Desmoronando do topo
Estou abandonando tudo nesta noite
Sim, estou caindo da nuvem mais alta

Estou bem acordada
Sem perder o sono
Juntei cada pedaço
E aterrissei de pé
Estou bem acordada
Não preciso de nada para me completar, não

Estou bem acordada
Sim, nasci novamente
Para fora da cova dos leões
Não tenho que fingir
E é tarde demais
A história acabou agora, o fim

Queria saber naquele momento
O que eu sei agora
Não mergulharia de cabeça
Não me curvaria
A gravidade machuca
Você tornou isso tão doce
Até que acordei no
No concreto

Caindo da nuvem mais alta
Aconteceu de repente, estou
Desmoronando do topo
Estou abandonando tudo nesta noite
Sim, estou te abandonando, estou
Estou caindo da nuvem mais alta

Estou bem acordada
Trovão roncando
Castelos ruindo (estou bem acordada)
Estou tentando me segurar (estou bem acordada)
Deus sabe que tentei
Ver o lado positivo (estou bem acordada)
Mas não sou mais cega
Estou bem acordada

Sim, estou caindo da nuvem mais alta
Aconteceu de repente, estou
Desmoronando do topo
Sabe que estou abandonando tudo nesta noite
Sim, estou te abandonando, estou
Estou caindo da nuvem mais alta
Estou bem acordada

Katy Perry

Fonte: Vagalume

Gratidão

Quem acolhe um benefício com gratidão, paga a primeira prestação da sua dívida. ~ Sêneca

Uns dias atrás, li a seguinte mensagem na internet: “Quando meu pai era vivo, ele ajudava muita gente. Quando ele morreu, mal tinham pessoas para segurar seu caixão. Em vida, ele me ensinou que devemos ajudar uns aos outros. Em morte, ele me ensinou que não devemos esperar nada por isso.”

Gratidão é algo muito raro. As vezes me pergunto por que as pessoas, em sua grande maioria, não agradece pelos favores, ajudas ou qualquer outra coisa que receba de alguém.

Está certo, estou completamente errada em esperar um retorno, um obrigada. Mesmo fazendo algo em “segundas intenções”, eu continuo esperando um agradecimento.

Minha mãe me ensinou que devemos mais agradecer do que pedir, isto é, acabamos fazendo pedidos, mas já agradecendo. O que mais posso esperar se todos nós somos diferentes? Não é preciso dizer mais nada.

Agora, como transformar meu credo e meu hábito de esperar que as pessoas sem gratas por algo que eu ou outra pessoa tenha feito? Tenho tentado arduamente, mas não tem sido nada fácil. Luto constantemente comigo mesma, mas meu lado “carente de gratidão” vence a maioria das vezes. Basta um olhar grato, um sorriso, uma palavra. Isso simplismente já é gratidão!

Sou grata a Deus, por permitir que estejamos aqui, vivendo e vencendo, batalhando, conquistando e aprendendo.

Sou grata a minha família, pela educação e suporte que sempre me foi dado e continua presente em minha vida.

Sou grata aos meus raros amigos, que mesmo com sua rara presença e podendo ser contados em uma de minhas mãos, equivalem a um céu cheio de estrelas.

Sou grata ao rapaz que escolhi e que me escolheu para amar e respeitar por todos os dias de nossas vidas.

Sou grata aos meus inimigos, que graças as suas tentativas e investidas contra mim e contra quem eu amo, tornou-me mais forte e corajosa. Devo muito a vocês.

Sou grata a todos que passaram pela minha vida, direta e indiretamente. Vocês contribuiram e continuam contribuindo para que a minha e outras histórias sejam construídas, redigidas no livro da vida.

Sou grata a você também, caro leitor, por dispor de um tempo para ler esse texto: o meu muito obrigada!