Gratidão

Quem acolhe um benefício com gratidão, paga a primeira prestação da sua dívida. ~ Sêneca

Uns dias atrás, li a seguinte mensagem na internet: “Quando meu pai era vivo, ele ajudava muita gente. Quando ele morreu, mal tinham pessoas para segurar seu caixão. Em vida, ele me ensinou que devemos ajudar uns aos outros. Em morte, ele me ensinou que não devemos esperar nada por isso.”

Gratidão é algo muito raro. As vezes me pergunto por que as pessoas, em sua grande maioria, não agradece pelos favores, ajudas ou qualquer outra coisa que receba de alguém.

Está certo, estou completamente errada em esperar um retorno, um obrigada. Mesmo fazendo algo em “segundas intenções”, eu continuo esperando um agradecimento.

Minha mãe me ensinou que devemos mais agradecer do que pedir, isto é, acabamos fazendo pedidos, mas já agradecendo. O que mais posso esperar se todos nós somos diferentes? Não é preciso dizer mais nada.

Agora, como transformar meu credo e meu hábito de esperar que as pessoas sem gratas por algo que eu ou outra pessoa tenha feito? Tenho tentado arduamente, mas não tem sido nada fácil. Luto constantemente comigo mesma, mas meu lado “carente de gratidão” vence a maioria das vezes. Basta um olhar grato, um sorriso, uma palavra. Isso simplismente já é gratidão!

Sou grata a Deus, por permitir que estejamos aqui, vivendo e vencendo, batalhando, conquistando e aprendendo.

Sou grata a minha família, pela educação e suporte que sempre me foi dado e continua presente em minha vida.

Sou grata aos meus raros amigos, que mesmo com sua rara presença e podendo ser contados em uma de minhas mãos, equivalem a um céu cheio de estrelas.

Sou grata ao rapaz que escolhi e que me escolheu para amar e respeitar por todos os dias de nossas vidas.

Sou grata aos meus inimigos, que graças as suas tentativas e investidas contra mim e contra quem eu amo, tornou-me mais forte e corajosa. Devo muito a vocês.

Sou grata a todos que passaram pela minha vida, direta e indiretamente. Vocês contribuiram e continuam contribuindo para que a minha e outras histórias sejam construídas, redigidas no livro da vida.

Sou grata a você também, caro leitor, por dispor de um tempo para ler esse texto: o meu muito obrigada!

Anúncios

3 thoughts on “Gratidão

  1. Sonhadora,

    Gostei desse teu texto e de mais alguns que acabei lendo hoje.

    O acaso (e o Google) me trouxeram aqui. Aliás, o Google me diz que você pode ter publicado meu poema Mude, mas não confirmei. Se verdade, agradeço.

    E te convido a ver o vídeo Mude. Aqui:

    http://www.youtube.com/watch_popup?v=KlP9XpjVsas&rel=0

    Abraços,

  2. Leonardo Montenegro diz:

    Gratidão… Como demonstrar?

    Aprendi que sempre que nos é feito algum favor ou gentileza, um obrigado era o mínimo. E é claro que na primeira oportunidade retribuir o favor.
    Mas o que eu sei é como eu agradeço algo muito grande, alguma coisa que só as pessoas mais próximas fariam. Mil obrigados não bastam e nada que eu diga consegue expressar o quanto sou grato. Provavelmente eu nunca terei a chance de retribuir.

    Não desanime se em seu caminho existem muitas pessoas como eu que não sabem agradecer, continue sempre fazendo o bem.

    MUITO OBRIGADO PELAS PALAVRAS.

  3. Acredito que tudo o que fazemos, devemos fazer por nós, pela satisfação pessoal que nos trará ajudar alguém. Fazer as coisas e esperar por agradecimento (e ficar frustrado quando isso não acontece) parece viver em função do reconhecimento de outra pessoa e, pior, que não fazemos por vontade, mas por necessidade de agradar. Belo texto! Parabéns…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s